Atenção: Esse site só pode ser visualizado perfeitamente em um browser que suporta Web Standards. É recomendável que você atualize o seu browser clicando aqui. Obrigado e desculpe o transtorno.
Home › Institucional › Histórico

Breve Histórico da Instituição

Idealizada na década de 1960, por um grupo de cidadãos colatinenses (entre eles muitos professores) preocupados com a falta de professores para atender às necessidades educacionais da região bem como alavancar o desenvolvimento do município de Colatina, a Faculdade Castelo Branco foi originalmente criada como FAFIC- Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Colatina (reconhecida pelo Decreto n° 66.735, de 17/06/1970), oferecendo os cursos de Geografia, História, Letras e Pedagogia.

O primeiro processo seletivo foi realizado nos dias 27, 28 e 29 de abril de 1965, e o início das aulas ocorreu no dia 03 de maio do mesmo ano. Inicialmente, a FAFIC funcionou no Ginásio Nossa Senhora do Brasil (Colégio Marista), com os cursos de Geografia, História, Pedagogia e Letras, enquanto buscava, em parceria com a Prefeitura Municipal, espaço para a construção do seu campus que abrigaria, na década de 1970, além da FAFIC, a FACEC – Faculdade de Ciências Econômicas de Colatina, reconhecida pelo Decreto n° 75.015, de 02/12/1974, oferecendo os cursos de Administração, Ciências Contábeis e Economia.

Ao longo de sua história, a FAFIC e a FACEC constituíram-se em instituições de grande relevância para a região, pois formaram os professores/orientadores/supervisores e diretores que garantiram não só a expansão da educação para o interior do Estado, mas também a implementação das suas propostas, além dos profissionais que contribuíram para o desenvolvimento da indústria e do comércio que deram ao Estado do Espírito Santo destaque nacional. Estados vizinhos como Minas Gerais e Bahia também se beneficiaram do ensino oferecido pela FAFIC e pela FACEC nas décadas de 1970, 1980 e 1990.

Em 1974, por meio da Lei 2.615 de 16/12/1974, o Município de Colatina instituiu a Fundação Educacional Presidente Castelo Branco que passa a administrar as duas faculdades sob uma mesma jurisdição.

Com a aprovação de seus estatutos, a Fundação Educacional Presidente Castelo Branco (FUNCAB) assumiu, em 1976, a administração financeira e a de pessoal das duas faculdades, situação que perdura até hoje.

Em 2001, com regimento aprovado pela Portaria MEC nº 1.777, de 08/08/2001, a FAFIC e a FACEC se uniram, transformando-se nas Faculdades Integradas Castelo Branco - FICAB, com propostas e como resposta às alterações mercadológicas caracterizadas pela forte concorrência, circunstâncias decorrentes das inovações tecnológicas, globalização e novas necessidades regionais.

No final de 2005, uma nova equipe gestora, de forma corajosa, se propôs a resgatar o passado da instituição, principalmente os seus valores e reinventar o seu futuro, atualizando sua missão e visão originais, em função das mudanças culturais ocorridas nas últimas décadas.

O processo de mudança iniciado em 2005 não foi interrompido: as mudanças estruturais e acadêmicas empreendidas foram coroadas, em 2008, com a criação da Faculdade Castelo Branco – FCB.

Em 2006, a Instituição recebeu autorização para oferecer o Curso de Direito (Portaria MEC nº 1370, de 21/07/2006 – D.O.U. de 27/07/06), realizando o primeiro processo seletivo para o curso em dezembro do mesmo ano, preenchendo 100% das vagas autorizadas, promovendo novas reformas estruturais para sediar o curso.

Em 2008 a Faculdades Integradas Castelo Branco (FICAB) foi transformada em Faculdade Castelo Branco (FCB) pela portaria 304 de 16 de abril de 2008, publicada no DOU em 17 abril de 2008.

Ao longo do tempo, mantenedora e mantidas passaram por modificações, respondendo às necessidades estruturais, administrativas, sociais, pedagógicas, demandadas pelo contexto político e econômico que marcaram as cinco décadas de existência da hoje Faculdade Castelo Branco.

Dentre a série de ações tomadas pela instituição, são destaques:

  • Recuperação do prédio da FAFIC, hoje Unidade II, construção histórica (antigo Centro Regional de Educação Brasileira-CREB, fundado na década de 1940 para atender à formação de profissionais da área de educação para todo o Brasil), ocupada pelo Curso de Direito, autorizado em 2006 e reconhecido em 2011.
  • Estruturação de um sistema de transporte para atender aos professores provenientes da capital do Estado; Construção do prédio, hoje Unidade III, para o curso de Pedagogia;
  • Construção de laboratórios específicos para as áreas de Ensino, Línguas, Cartografia, Informática, NPPJ, laboratórios para os cursos de Geografia e História;
  • Reestruturação e informatização da Biblioteca, com salas específicas para atendimento às metodologias coletivas e terminais de pesquisa;
  • Ampliação do acervo geral e aquisição de bibliografia geral, específica e complementar para os cursos de Direito e CST em Marketing.
  • Calçamento e sinalização da área externa;
  • Reestruturação do sistema de segurança;
  • Construção de rampas e delimitação de espaço, na área externa, para estacionamento de alunos com necessidades especiais;
  • Construção de um ginásio poliesportivo, recuperação do campo de futebol Society e recuperação de uma quadra;
  • Construção de uma praça de alimentação para atender aos discentes;
  • Organização de salas específicas para atender ao novo desenho administrativo: salas de Coordenação de Curso, de NDE’s, de Comunicação e Marketing, de Coordenação de Pós-Graduação, Salas de Professores, Apoio Psicopedagógico, Castelo Social, laboratórios dos cursos técnicos (nível médio), laboratórios de Informática e específicos para os cursos de licenciatura e o NPPJ – Núcleo de Prática e Pesquisa Jurídica;
  • Atenção à FAMIC – Faculdade da Melhor Idade de Colatina, criada em 1977, oferecendo o curso de alfabetização de adultos, informática, artesanato, atividades físicas, excursões e coral;
  • Autorização, em 2009, do Curso Superior de Tecnologia em Marketing (reconhecido em 2012).
  • Ainda em 2009, criação dos NDE’s relativos aos cursos em funcionamento;
  • Em dezembro de 2010, a FCB recebeu a comissão do MEC para avaliação do curso de Direito, recebendo recomendação para reconhecimento do curso, parecer idêntico da OAB/ES que visitou a Instituição em novembro de 2010;
  • Ainda em dezembro de 2010, através da Portaria n° 2.203, foi renovado o reconhecimento do Curso de Geografia, Licenciatura, publicada no D.O.U. nº 235, de 09/12/10;
  • Em maio de 2011, foi inaugurado o NPPJ – Núcleo de Prática e Pesquisa Jurídicas, com a presença de autoridades do Ministério Público e da Magistratura do Espírito Santo;
  • Em agosto de 2011, através da Portaria n° 310 e da Portaria nº 312 (02.08.2011) foi renovado o reconhecimento dos Cursos de Ciências Contábeis – Bacharelado e Administração - Bacharelado, publicadas no D.O.U. nº 149 de 04/08/11.
  • Em dezembro de 2011, através da Portaria n° 487 (20.12.2011), publicada no D.O.U. de 22 de dezembro de 2011, foi reconhecido o Curso de Direito da FCB. Neste mesmo período, o curso formou sua primeira turma, ampliando sua colaboração no atendimento às necessidades humanas, jurídicas e sociais do Estado do Espírito Santo;
  • Criação, em 2012, do Centro de Formação Profissional Castelo Branco (antiga Escola de Pré, Primeiro e Segundo Graus Castelo Branco), oferecendo os Cursos Técnicos em Enfermagem, Radiologia e Saúde Bucal;
  • Em maio de 2012, foi renovado o reconhecimento do Curso de Pedagogia por meio da Portaria SERES nº 45 de 22 de maio de 2012, recebendo nota 5,0 pelos avaliadores do MEC;
  • Em junho de 2012, o CST em Marketing, avaliado “in loco”, recebeu nota 5,0 no Processo de Reconhecimento;
  • Em 2012, a instituição solicitou ao MEC autorização para os cursos de Geografia, História e Letras (Port. Espanhol) – Bacharelados, visando atender às necessidades educacionais, políticas e sociais da região Noroeste do Estado.
  • Em 2013 foi publicada a Portaria MEC 703 de 19 de dezembro para renovação de reconhecimento dos cursos de Administração e Ciências Contábeis em função dos resultados positivo do CPC de 2012;
  • Em 31/01/2014, foi publicada a Portaria MEC, n°84, de 30/01/2014, que recredenciou a Faculdade Castelo Branco;
  • Também em 2014, a FCB comemorou o seu cinquentenário, congratulando-se com todos os que participaram/participam de sua trajetória e compromisso com a educação e com o desenvolvimento da região;
  • Em agosto de 2015, a FCB recebeu comissão avaliadora do MEC para Renovação do Reconhecimento do Curso de Direito, obtendo o conceito três;
  • Também em 2015 os cursos de Geografia (licenciatura) e Pedagogia obtiveram a sua renovação de reconhecimento automática em função dos conceitos positivos obtidos no Enade e no CPC 2014;
  • Em 2016, o curso de História (licenciatura) obteve a sua renovação de reconhecimento automática em função dos conceitos positivos obtidos no Enade e no CPC 2014;
  • Também em 2016 os cursos de Administração, Ciências Contábeis e Marketing obtiveram a sua renovação de reconhecimento automática em função dos conceitos positivos obtidos no Enade e no CPC 2014;
  • Em 2017, foi publicada a Portaria MEC 270 de 03 de abril para Renovação de Reconhecimento dos cursos de Administração, Ciências Contábeis e Marketing em função dos resultados positivos do CPC 2015;
  • Em 06 de junho de 2017 foi publicada a Portaria MEC 547, renovando o reconhecimento do curso de Direito.

Ao longo de sua existência, a FCB construiu sua identidade zelando pela qualidade dos cursos oferecidos, reorganizados segundo as diretrizes curriculares nacionais, atendendo às necessidades da região noroeste do Estado do Espírito Santo.

A FCB, além dos cursos de graduação, oferece ainda, cursos de pós-graduação e extensão.

FCB, Ensino Realmente Superior!

 

Últimas Notícias

ATIVIDADES DE EXTENSÃO MOVIMENTAM CURSOS DA FACULDADE CASTELO BRANCO

» SAIBA MAIS

CURSO DE PEDAGOGIA REALIZA SEMINÁRIO SOBRE O ENSINO DE FILOSOFIA E SOCIOLOGIA NO ENSINO MÉDIO

» SAIBA MAIS

II Jornada de Negócios

» SAIBA MAIS
 
Faculdade Castelo Branco Webmail (@fcb.edu.br)